quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Igreja e Torre dos Clérigos (Parte I)

A igreja da irmandade de São Pedro dos Clérigos, no Porto, organiza-se em três corpos justapostos - igreja, dependências da irmandade e torre sineira - tendo esta ultima tal impacto visual que se transformou no ex-libris da cidade.

Torre da Igreja dos Clérigos


O projecto foi desenhado por Nicolau Nasoni, que nasceu em Itália e trabalhou em Siena, onde terá adquirido a sua formação de base.
À passagem por Roma, seguiu-se uma estadia em Malta, onde trabalhou para o Grão Mestre D António Manuel de Vilhena.
Aí conheceu também Roque Távora e Noronha, irmão do deão da Sé do Porto, D. Jerónimo.
Foi assim, concerteza, que acabou por ser convidado para se mudar para aquela cidade, onde já estava em 1725, a trabalhar na Sé, edifício onde deixou a sua marca.
A primeira obra portuguesa que se lhe deve integralmente é a igreja vulgarmente conhecida como "dos clérigos", por ser pertença da irmandade com o mesmo nome, da qual já era presidente o já referido D Jerónimo Távora e Noronha.
O projecto foi aprovado em 1731 e no ano seguinte teve lugar a cerimónia de colocação da primeira pedra.
As obras arrastaram-se por largos anos, durante os quais o projecto inicial foi sendo alterado e adaptado.


João Pires

Sem comentários:

Enviar um comentário