sábado, 31 de agosto de 2013

Azulejos na Estação de São Bento no Porto

Jorge Colaço pintou azulejos em 1915, na fábrica de Sacavém, para o átrio da Estação de S. Bento, no que é o seu trabalho mais importante para a cidade do Porto.

Relata episódios da historia de Portugal como a Entrada de D Joao I no Porto para o seu casamento com D Filipa de Lencastre, a Tomada de Ceuta, o Torneio dos Arcos de Valdevez e Egas Moniz apresentando-se com a mulher e os filhos ao rei de Leão, representam-se em composições de cuidada pintura a azul, de ambos os lados de quem acede ao recinto pela entrada principal. 


O Infante D. Henrique na conquista de Ceuta
O Infante D. Henrique na conquista de Ceuta (séc XV)


Egas Moniz apresentando-se com a mulher e filhos ao rei de Leão (séc XII)
Egas Moniz apresentando-se com a mulher e filhos ao rei de Leão (séc XII)



Dispostas duas a duas, as cenas de maior dimensão estão colocadas num plano superior às outras e acompanham toda a parede, adaptando-se à arquitetuta dos arcos das portas. Já as menores surgem entre essas, emolduradas pelas cantarias, lembrando como a azulejaria do pintor Jorge Colaço tem afinidades com a pintura a óleo que também cultivou.





Pintados também a azul são os painéis situados na parede onde ficam as portas de acesso às plataformas cujas representações remetem para temas etnográficos.




Sem comentários:

Enviar um comentário